Top
O rádio continua vivo - Blog da Carol
fade
1080
post-template-default,single,single-post,postid-1080,single-format-standard,eltd-core-1.1.1,flow-ver-1.3.6,,eltd-smooth-page-transitions,ajax,eltd-grid-1480,eltd-blog-installed,page-template-blog-standard,eltd-header-type2,eltd-sticky-header-on-scroll-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-dropdown-default,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

O rádio continua vivo

O rádio continua vivo

chab e carol

 

 

 

 

89% dos brasileiros em regiões metropolitanas escutam rádio, que continua sendo um dos principais meios de comunicação do país.

O rádio no Brasil teve papel decisivo para a construção da nossa cultura. A primeira transmissão radiofônica aqui foi feita em 1922, o deu início a uma história de sucesso. E mesmo com o surgimento da televisão e da internet, o rádio se mantém firme entre os grandes meios de comunicação.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo IBOPE em 2015 mostra que 89% dos brasileiros ouvem rádio nas principais regiões metropolitanas do país, sendo que 64% de pessoas estão sintonizados em suas rádios preferidas entre as 10h e 11h da manhã, horário com maior pico de audiência. Nesse período da manhã, por exemplo, é quando entra ao ar o Manhã da Mais, programa da Rádio Mais AM 1120, de São José dos Pinhais,

Carol Chab, apresentadora do programa, afirma que a pesquisa comprova que o rádio sempre presente na grande mídia. “O rádio ainda é uma mídia muito importante e que continua formando opiniões. Falou-se muito de que a chegada da internet iria acabar com as rádios, mas o rádio é capaz de se reinventar para se adaptar a uma nova realidade. Todos podemos escutar rádio enquanto realizamos outras atividades e isso se torna um grande diferencial”.

Para Carol, o cenário atual é marcado pelo bombardeio de informações existente no dia a dia. Porém, o importante não é a quantidade de notícias que se produz em um dia. “O público quer uma qualidade cada vez maior. Na Rádio Mais, por exemplo, tentamos fazer o possível para deixar a nossa grade atrativa e formar a opinião dos nossos ouvintes. Para isso, selecionar bem o conteúdo do programa é fundamental”, afirma.

Nesse mundo com as mídias digitais, o comunicador se torna o ponto chave, seja para passar informações com qualidade bem como para medir a interação do público. Ou seja, o rádio também utiliza a internet para se fortalecer. “Hoje, nossos ouvintes podem entrar em contato conosco pessoalmente, pelo telefone, por mensagem de texto, com comentários no facebook ou via twitter. É preciso ficar atento a todos esses canais de comunicação, afinal, o ouvinte também quer ser escutado”, conclui.

Serviço: Carol Chab

Radialista e Engenheira Agrônoma

Fone: 41 9177-1773/41-3058-7406

Email: carolchab@radiomais.am.br

Site: http://carolchab.com.br

Carol
No Comments

Post a Comment